GerArte

Síntese do projeto

GerArte trata-se de um projeto de Solidariedade Intergeracional, que se centra na promoção da qualidade de vida de pessoas séniores, através da dinamização de práticas lúdicas e recreativas, com recurso à costura e artesanato. Através do modelo económico reorganizado – economia circular – é intenção que os/as jovens voluntários/as dinamizem sessões (à distância e presenciais), com população sénior, a confeção de almofadas e sacos terapêuticos, a partir de desperdícios, cereais e ervas aromáticas (tecidos, trigo, arroz e alfazema). A posteriori as receitas das vendas destes produtos, realizadas com recurso on line mas também ao comércio local, serão revertidas na participação gratuita, em atividades lúdico-pedagógicas, por crianças socioeconomicamente carenciadas.

Descrição do Projeto

O projeto GerArte, centrado na concretização de direitos sociais e igualdade de oportunidades de acesso e sucesso para todos(as), assenta em três eixos de intervenção: 1. Solidariedade Intergeracional; 2. Inclusão Social; e, 3. Ambiente. Assume-se como um projeto de Economia circular, que “[…] procura prolongar ao máximo o tempo de vida dos produtos com recurso a práticas como a reciclagem, reutilização e reparação (Ellen Macarthur Foundation, 2015, p.2). Partindo de desperdícios, mais especificamente de tecidos, mas também de cereais (trigo e arroz) e ervas aromáticas (alfazema), serão realizadas almofadas terapêuticas, pelos séniores/participantes sob a orientação de jovens voluntários/as. As almofadas serão colocadas à venda on line e em postos comerciais locais e as suas receitas destinam-se unicamente a garantir participação gratuita de crianças, provindas de contextos familiares socio-economicamente carenciados em atividades do CASPAE.

No âmbito da pandemia COVID-19, serão privilegiadas estratégias de comunicação à distância, estando porém, previsto o acompanhamento presencial de cariz pontual, mas também regular, no caso de se ultrapassar a situação da pandemia. Será considerada a condição do participante, garantindo a participação igualitária de todos, isto é, no caso de disporem de meios e acesso à internet poderão visualizar os vídeos tutoriais e participar em sessões dinamizadas virtualmente pelos voluntários/as. No caso de não ser possível a aplicação desta metodologia, haverá contato regular telefonicamente e visitas presenciais mais regulares para acompanhamento do processo.

Na eventualidade de estar ultrapassada a pandemia, à data de execução do projeto, serão realizadas duas sessões de grupo presenciais com os séniores, uma das quais com envolvimento de crianças, participantes de atividades do CASPAE. Irá manter-se a prática não presencial para aqueles séniores com mobilidade reduzida.

Trata-se de uma projeto piloto a dinamizar de 1 de agosto a 4 de setembro de 2020 e que prevê através de avaliação final verificar viabilidade de sustentabilidade e continuidade da ação no futuro.

Prevê o estabelecimento de uma rede de parcerias, composta por entidades públicas e do terceiro sector, mas também pessoas individuais, essenciais na formação de voluntários, identificação e encaminhamento de beneficiários/participantes, apoio na divulgação e sustentabilidade do projeto:

CASPAE: Sendo a entidade coordenadora deste projeto, assume a gestão, captação de voluntários, através do Projeto Trampolim E7G,, mas também, identificação de idosos através dos Serviço de Apoio Domiciliário, do projeto ATIVAR-TE e do projeto Trampolim E7G (financiado pelo Programa Escolhas, promovido pelo Município de Coimbra e gerido pelo CASPAE), o qual realiza intervenção no Planalto do Ingote em Coimbra com crianças, jovens e com séniores através de parceria com o programa Letras P´ra Vida da ESEC.

Escola Superior de Educação de Coimbra –  Letras p´ra Vida.

Associação de Promoção da Baixa de Coimbra.

Pessoas individuais: A título individual irão dinamizar as sessões de formação na área do empreendedorismo e da costura dirigidas aos voluntários.

Jovens: Duas jovens, participantes do projeto Trampolim E7G, participaram na elaboração do projeto e ambicionam vir a ser as voluntárias afetas ao mesmo.

Objetivos

Objectivo Geral:

Promover solidariedade intergeracional através de práticas de voluntariado jovem, envelhecimento ativo e de igualdade de oportunidades na infância.

Objectivos Específicos:

O1 – Desenvolver competências pessoais, sociais e formativas por via da capacitação de jovens voluntários;

O2 – Minimizar os efeitos do isolamento social nas pessoas idosas;

O3 – Promover o aumento da auto-estima, da autoconfiança e do bem-estar (físico e emocional) das pessoas idosas; e,

O4 – Proporcionar atividades lúdico-pedagógicas gratuitas a crianças socio-economicamente carenciadas.

Notícia 16.09.2020

No dia 15 de setembro o Projeto GerArte foi apresentado à comunidade, tendo sido notícia em vários órgãos de comunicação social do Distrito.

Diário As Beiras – Aqui

Diário de Coimbra – Aqui!

Rádio Regional do Centro – Aqui!

Informação:

Brochura

Financiador:

Parceiros:

Informações sobre Formações

Há procura de ajuda? Entre em contato conosco