ExoBike

Projeto ExoBike – Equipamento Biomecânico para Terapia Restauradora e Apoio à Reabilitação

Desenvolvido pela parceria entre o CASPAE, ISEC – Instituto Politécnico de Coimbra, Instituto Politécnico de Tomar e o Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro – Rovisco Pais, o Projeto ExoBike – Equipamento Biomecânico para Terapia Restauradora e Apoio à Reabilitação desenvolve a sua ação na investigação com vista à utilização de sensores inerciais e da sua aplicabilidade na área da saúde, nomeadamente em situações de apoio à reabilitação física e monitorização da locomoção de doentes de Parkinson e Alzheimer. O sistema proposto por este Projeto permite realizar o controlo de movimentos e a sua intensidade, recorrendo a uma instalação de realidade virtual para garantir aos pacientes estímulos corelacionados com a realidade o que pode permitir aos profissionais médicos uma avaliação rápida e fiável dos seus pacientes.

PARCERIA: CASPAE, IPC, IPTomar, Centro de Medicina e Reabilitação da Região Centro

Investigador Responsável: Luís Manuel Ferreira Roseiro

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: EXOBIKE – Equipamento biomecânico para terapia restauradora e apoio à reabilitação (EXOBIKE – Biomechanical Equipment for Restorative Therapy and Reabilitation)

CÓDIGO DO PROJETO: CENTRO-01-0145-FEDER-24013

OBJETIVO PRINCIPAL: O projeto propõe o desenvolvimento de uma bicicleta que assume a função de exosqueleto, uma ExoBike, para realizar e recuperação de indivíduos que sofreram traumatismos ósseos, bem como na recuperação, treino e diagnóstico precoce de pacientes com doenças neuro degenerativas. A ExoBike é uma estrutura com o formato semelhante ao de uma bicicleta fixa que possui um conjunto de sensores e atuadores que permitem implementar um sistema ativo/passivo que reage de forma dinâmica às necessidades da patologia em estudo. A ExoBike permite ao profissionais médicos colocar em prática terapias em que o esforço solicitado ao paciente é regulável entre zero e um determinado máximo. Os movimentos dos pacientes são monitorizados utilizando um conjunto de sensores sem fios, implementando uma rede pessoal, bem como uma solução de realidade virtual que permite colocar os utilizadores perante situações fortemente correlacionadas com a realidade. O sistema possui a capacidade de recolher, armazenar e tratar dados médicos de pacientes que podem posteriormente ser analisados por profissionais médicos qualificados. Os algoritmos de fusão sensorial são utilizados neste contexto para realizar interfaces gráficos que permitem aos profissionais médicos uma avaliação rápida e fiável.

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Centro

ENTIDADES BENEFICIÁRIAS:  Instituto Politécnico de Coimbra (promotor), Instituto Politécnico de Tomar (co-promotor), Centro de Medicina de Reabilitação da região centro – ROVISCO PAIS (co-promotor), Centro de Apoio Social de Pais e Amigos da Escola Nº 10 – CASPAE 10 (co-promotor)

DATA DE APROVAÇÃO: Julho de 2017

Execução: 01/09/2017 a  28/02/2019

Aprovado pela componente: FEDER, no âmbito do Programa Operacional Regional do Centro e FCT

OBJETIVOS, ATIVIDADES E RESULTADOS ESPERADOS/ATINGIDOS:

O IPT está responsável por avaliar a possibilidade de usar electromiografia (EMG) e electroenecefalografia (EEG) no processo de reabilitação, em situações em que a limitação física do paciente o torna incapaz de realizar movimento motor.

Co-financiado por:

O FEDER tem por objetivo fortalecer a coesão económica e social na União Europeia colmatando os desequilíbrios entre as regiões. Para mais informações sobre o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, clique aqui

AÇÃO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

8 a 12 de julho, o Professor do ISEC, Professor Doutor Luís Roseiro participou no 8º Congresso Mundial de Biomecânica em Dublin com o projeto EXOBIKE