Acções de distribuição

Distribuição de Géneros Alimentares e/ou Bens de Primeira Necessidade

2019

 CASPAE realizou a 16ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC, que apoia 190 indivíduos em situação de carência económica, a 16 de fevereiro de 2019.

 

A  19 de janeiro de 2019, o CASPAE realizou a 15ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC, que apoia 190 indivíduos em situação de carência económica.

 

2018

O CASPAE realizou, a 15 de dezembro de 2018, a 14ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC, que apoia 190 indivíduos em situação de carência económica.

 

A 17 de novembro de 2018, o CASPAE realizou a 13ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC, que apoia 190 indivíduos em situação de carência económica.

 

A 13 de outubro de 2018, o CASPAE realizou 12ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC. No apoio aos residentes em Eiras, em risco de exclusão social e situação de pobreza, o CASPAE conta, mais uma vez, com um grupo de voluntários aos quais agradecemos desde já pela sua entrega a esta causa.

No dia 8 de setembro de 2018 procedeu-se à 11ª entrega de produtos alimentares no âmbito do POAPMC. Foram apoiados 195 indivíduos, residentes em Eiras, em risco de exclusão social e situação de pobreza. Para que fosse possível realizar esta entrega de bens alimentares contámos com a participação dos voluntários Catarina Guilman e Rui Mariano, bem como dos colaboradores Luís Miguel Amaral e Alcina Sofia Madureira. O CASPAE e a coordenadora deste programa, Marisa Rodrigues Mariano, agradecem a disponibilidade e o apoio de todos os envolvidos.

A 1.ª distribuição de bens, realizada no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC) e que apoiou 196 destinatários residentes na zona de Eiras, foi realizada pelo CASPAE a 18 de agosto de 2018.

 

No dia 21 de julho realizou-se mais uma entrega de bens alimentares, no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC).

 

O CASPAE realizou mais uma entrega de bens, no âmbiro do POAPCM, a 9 de junho, apoiando, assim, mais de 190 indivíduos carenciados da Freguesia de Eiras, em Coimbra.

 

A 12 de maio de 2019, o CASPAE realizou a 7.ª Enrega de bens, no âmbito do POAPMC, abrangendo famílias carenciadas da zona de Eiras – Coimbra.

 

No  dia 7 de abril de 2018 realizou-se a 6ª distribuição no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC). O CASPAE apoiou 196 destinatários residentes na zona de Eiras.

 

Foi realizada mais uma ação de entrega de bens alimentares a residentes da Freguesia de Eiras, em Coimbra, a 16 de março de 2019. Esta ação, enquadrada no Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas foi realizada pelo CASPAE, com o apoio de voluntários.

Foi realizada a ação de entrega de bens alimentares a  residentes da junta de freguesia de Eiras, em Coimbra a 17 de fevereiro de 2018.no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas.
Este programa europeu pretende combater a pobreza e exclusão social, diminuindo as situações de vulnerabilidade de agregados familiares.

A 13 de janeiro de 2018 realizou-se a 3.ª entrega de bens, no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas, que beneficiou cerca de 19 indivíduos carenciados.

2017

No Dia Internacional da Solidariedade Humana de 2017, o CASPAE não podia ficar indiferente.
Partilhamos hoje a segunda entrega de bens alimentares a 190 pessoas com residência na junta de freguesia de Eiras, realizada no passado dia 16 de dezembro pelo CASPAE no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas.
Este programa europeu pretende combater a pobreza e exclusão social, diminuindo as situações de vulnerabilidade de agregados familiares.

No  dia 25 de novembro de 2017, no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC), o CASPAE enquanto, entidade mediadora, distribuiu bens alimentares a 190 pessoas residentes na Junta de Freguesia de Eiras, em Coimbra.
Este programa europeu pretende combater a pobreza e a exclusão social, diminuindo as situações de vulnerabilidade de agregados familiares.