Cinoterapia ajuda crianças autistas a ultrapassar medos

O dia em que a cadela Mel vai à Escola do 1.º ciclo do Tovim é sempre sinónimo de múltiplos sorrisos para o pequeno José (nome fictício), de seis anos. «Olá, Mel», diz destemido, a caminho de mais uma sessão de cinoterapia, onde se adivinham brincadeiras e jogos divertidos, que têm um objectivo bem definido: estimular as competências de socialização deste menino autista.

 

 

Leia a notícia edição digital!